Pesquisar este blog

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

BALANÇO MENSAL - AGOSTO

Com alguns dias de atraso em função de mais uma viagem, publico meu balanço relativo a mais um mês de vida cinéfila. Agosto foi o mais fraco em quantidade e em qualidade de filmes até agora, começando com o pior do ano, o primeiro digno de nota zero até aqui. A façanha foi alcançada por Fando y Lis, delírio surrealista dirigido por Alejandro Jodorowsky. Com esse segundo filme visto do diretor, começo a pensar que se trata de um daqueles casos de ame-o ou deixe-o, estando eu no segundo grupo. De qualquer modo, ainda resta ao menos uma chance para que eu possa encontrar algo de válido em seu cinema.

Como tenho feito desde novembro de 2012, selecionei um nome para se repetir este mês e o escolhido foi Alfred Hitchcock. Foi dele o melhor filme visto, o sensacional Disque M para matar, embora outros tenham chegado bem perto, inclusive Pacto sinistro, também assinado por ele. Na reta final, uma maratona de 11 filmes em apenas 3 dias incrementou a safra de longas, permitindo-me fechar o mês com um panorama bastante razoável de títulos, os quais seguem abaixo acompanhados de suas respectivas notas. Logo após, uma seleção dos melhores em categorias que julgo importantes, incluindo a partir desse mês a de hors concours, que não poderia começar melhor, já que é ocupada por um filme de Woody Allen, descaradamente meu diretor predileto.

LONGAS:
1. Fando y Lis (1968) - 0.0
2. Pacto sinistro (1951) - 8.0
3. O novo mundo (2005) - 6.5
4. Akira (1988) - 7.5
5. O informante (1999) - 8.0

O informante (1999)
6. O fim da violência (1997) - 6.0
7. A solidão de uma corrida sem fim (1962) - 8.0
8. Magia ao luar (2014) - 8.0
9. Estado de sítio (1972) - 8.0
10. Todas as canções falam de mim (2010) - 7.5
11. O estranho sem nome (1973) - 8.0

O estranho sem nome (1973)
12. Dark Star (1974) - 5.5
13. Calafrios (1975) - 7.0
14. Disque M para matar (1954) - 9.0
15. Guardiões da galáxia (2014) - 6.0
16. Starred up (2013) - 8.0
17. Despedida em Las Vegas (1995) - 8.0
18. A noite dos mortos-vivos (1968) - 7.0
19. Eles não usam black-tie (1981) - 8.0

Eles não usam black-tie (1981)
20. Meu pé esquerdo (1989) - 6.0
21. Sedução da carne (1954) - 7.5
22. Vitória amarga (1939) - 7.0
23. Um peixe chamado Wanda (1988) - 8.0

Um peixe chamado Wanda (1988)
24. O beijo amargo (1964) - 8.0
25. A mulher do dia (1942) - 6.0
26. A pele de Vênus (2013) - 8.5
27. Boneca de carne (1956) - 7.5
28. Meek's cutoff (2010) - 6.5

CURTAS:
O amor contra o destino (2005) - 3.0
Invention of love (2010) - 8.0

MELHOR FILME: Disque M para matar
MELHOR DIRETOR: Alfred Hitchcock, por Pacto sinistro
MELHOR ATRIZ: Emmanuelle Segnier, por A pele de Vênus
MELHOR ATOR: Daniel Day-Lewis, por Meu pé esquerdo
MELHOR ATRIZ COADJUVANTE: Elizabeth Shue, por Despedida em Las Vegas
MELHOR ATOR COADJUVANTE: Gianfrancesco Guarnieri, por Eles não usam black-tie
MELHOR ROTEIRO ORIGINAL: John Cleese, por Um peixe chamado Wanda
MELHOR ROTEIRO ADAPTADO: Roman Polanski e David Yves, por A pele de Vênus
MELHOR TRILHA SONORA: Mike Figgis, por Despedida em Las Vegas
MELHOR MONTAGEM: Rudi Fehr, por Disque M para matar
MELHOR CENA: A morte do terceiro cachorrinho em Um peixe chamado Wanda
MELHOR FINAL: A pele de Vênus
MENÇÃO HONROSA: A pele de Vênus
HORS CONCOURS: Magia ao luar

Nenhum comentário:

Postar um comentário